• MUST

O que eu não posso deixar de fazer hoje?


Nesta semana em que a MUST tratou sobre gestão de tempo em nosso perfil no Instagram (@mulheresdoturismo_br), tivemos a oportunidade de investigar e buscar diversas referências sobre o tema, e nos deparamos com um livro, que nos traz já no título uma provocação : o que eu não posso deixar de fazer hoje ?

Entre tantas e tantas coisas urgentes e importantes, acabamos nos tornando “vítimas do tempo”. E assim foi como o Professor Carlos Julio,


autor do livro, também se auto definiu, ao confidenciar que escrever sobre essa questão foi um desafio !

Durante uma viagem internacional, ele que tem uma experiência de 30 anos como Presidente e Conselheiro de grandes empresas, sentiu-se fisicamente desconfortável, e entendeu ali, dentro daquele avião, que tinha que mudar o seu estilo de vida o quanto antes, a fim de organizar a sua rotina e reconciliar-se com seu “tempo interno” e com as exigências cotidianas.

Fazer do tempo o seu aliado é uma conquista. Ressignificar a relação com o tempo, assegurando a produtividade na vida profissional e o empoderamento da vida pessoal, tornou-se mandatório nos dias de hoje, para todos nós, homens e mulheres.

Carlos Julio deve ter se inspirado no feminino para escrever sobre o tema, pois o agradecimento à sua esposa, e o prefácio de Luiza Helena Trajano, são


um reconhecimento e uma homenagem a esse talento multitarefas, meio que incrustado no DNA das mulheres - que aliás muitos homens também possuem, mas que ainda assim nos coloca em situações de retrabalho, nos tomando tempo e consumindo nossa tão preciosa energia.

Pedi para o próprio Carlos Julio nos fazer uma breve apresentação do livro (logo a seguir), e de como todos nós podemos, de maneira saudável, realizarmos nossas tarefas, sermos produtivos e, sobretudo, sermos felizes ! Tá tudo lá no livro. Vale a leitura ! E fala aqui depois pra gente o que você achou !

*****************************************************************************************


“Esse é um tema bem pertinente aos dias de


hoje, e é uma resposta depois de tanto os meus alunos, colaboradores, sócios, amigos, me questionarem como eu faço para gerenciar meu tempo e conseguir estar em tantas atividades e negócios ao mesmo tempo?


Há aqueles que me apelidaram de ¨polvo¨ pois dizem que eu tenho um tentáculo em cada coisa.

Pensando nisso, revolvi produzir uma palestra para mostrar como isso acontece, com o sucesso da palestra, lancei o livro e agora, em tempo de pandemia o curso que você pode encontrar na Hotmart com o titulo: Como ter tempo para tudo?

Este livro é um desafio, nele abordo como lidar de maneira saudável com aflições do mundo moderno e a cobrança do tempo, mostro a você que é perfeitamente possível realizar várias atividades, ser produtivo e feliz. Como professor, palestrante, executivo, empreendedor, board member, colunista de rádio, coach de presidentes de empresas, além de avô, pai, marido e amigo, eu era vítima do tempo, um workaholic. Até que, um dia, em um voo internacional me senti sufocado, ali soube que era preciso mudar meu estilo de vida.

Por isso, compartilho no livro e na palestra, uma metodologia de time management extremamente prática, baseada em uma única pergunta: O que eu não posso deixar de fazer hoje? A partir da resposta a essa pergunta, com ferramentas tão simples quanto uma agenda e um caderno, você pode organizar a sua rotina e reconciliar o seu tempo interno com as exigências cotidianas. Você verá que com Foco, Disciplina e Organização vai sobrar dia na sua agenda.


Dica para você se colocar na sua agenda! Colocar seu esporte, seu hobby e as pessoas que você ama. Trabalhar muito não significa trabalhar bem.

Lançado pela Editora Planeta, “O que não posso deixar de fazer hoje” é a dica de leitura para esse importante momento de cuidados, isolamento social e uma melhor produtividade no home office.


O livro já pode ser encontrado nas melhores livrarias e nas livrarias virtuais.


Boa leitura.


Um abraço,


Carlos Júlio”


13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

É preciso conciliar Cronos e Kairós, por Carlos Júlio

Séculos antes de Cristo, os gregos já entendiam a complexidade do tempo. Em um esforço para contemplá-la e traduzi-la para os mortais comuns, criaram duas divinda- des para dar corpo às duas facetas d