• MUST

O que a pandemia me ensinou? (parte 2)

Se você gostou do primeiro texto, te comento que esse segundo é uma pequena continuação, mas o foco principal desse é a transformação e a sororidade, e mais à frente você vai entender porquê.


Apesar da necessidade do distanciamento social e de isolamento que o corona nos colocou, não tenho como negar que tive sim (acredito que como muitas), medo de ficar doente.

Tenho em casa um bebê recém nascido, uma criança de quatro anos e pais e sogros no grupo de risco. Todos esses fatores criaram uma nova dinâmica familiar, mesclada com fases de medo, mas também de culpa, estresse e resignação.


A maternidade em meio a pandemia fez dessa experiência um desafio diário, com uma carga diferente da que tinha imaginado, mas hoje me vejo pensando, quem garante que aquilo que programamos será mesmo realizado sem mudanças.

Passamos por diferentes fases da vida, e na maioria delas, os desafios mais inesperados, com certeza, foram aqueles que mais te encorajaram a mudar de direção, e encontrar, respostas que te fizeram crescer.

Percebi que não adianta ficar ansiosa, se não estiver preparada para os novos desafios que virão (ou mesmo que estão acontecendo nesse momento). Que depois que estivermos seguros em relação a cura, que lições esse momento nós ensinou, e mais, que transformações aconteceram dentro de mim (e de você)? Pessoalmente e profissionalmente.


Aí que entra a transformação e, especialmente a sororidade. Junto a maternidade também nasceu a MUST, trazendo aquele acalento e companhia que eu tanto precisava.

Quando a MUST “nasceu”, meu bebê tinha pouco mais de dois meses, e te garanto que sim, nós mães, nos sentimos (muito) sozinhas no início. Junto ao bebê e com medo do vírus, nos vimos afastados dos amigos e da família, e felizmente a MUST, e todo seu time, me fez companhia e me fez sentir menos solitária.

As cofundadoras da MUST me acolheram sem julgamentos, pacientemente entenderam meu momento e como poderia contribuir, me apoiaram, e acima de tudo, fizeram bem pra mim, e especialmente, para meus filhos.


Assim, queria deixar registrado aqui meu eterno agradecimento a essas seis mulheres tão inspiradoras que fazem da MUST esse propósito de vida.

Essa plataforma é tão maravilhosa porque ela nasce fortalecendo cada uma de nós em seus sonhos e desafios. Ela mostra que a união entre mulheres, apoiada na empatia e no companheirismo, é um caminho de transformação, de nós, e do mundo.

Então, se você também teve aquela pessoa especial que esteve ao seu lado nos dias felizes, mas especialmente nos dias difíceis, não deixe de dizer HOJE o quanto ela te transformou. Juntas, nossa jornada, será ainda mais incrível! ❤️



88 visualizações
  • Instagram