• MUST

É possível ser feliz no trabalho?


Em tempos de isolamento social, home-office, pressão, sobrecarga e altos índices de síndrome de Burnout, reflexões sobre: ser feliz no trabalho e o sentido deste, ficaram para todos ainda mais latentes nas noites mal dormidas neste período de pandemia.

Até pouco tempo atrás, 30 ou 40 anos, trabalhar era sinônimo de ganha-pão. Já caminhávamos para uma transformação, mas esta foi acelerada, e, agora, o trabalho precisa trazer autorrealização e equilíbrio.

Mas, como os líderes responsáveis pela entrega de resultados, de metas cada vez mais altas, de empresas cada vez mais complexas, e enfrentamento de crises, até então inimagináveis, podem trazer equilíbrio para si e sua equipe?

A maneira como você age se relaciona e interage com os outros, impactará tanto ou mais nos resultados quanto suas habilidades técnicas. É a combinação de Soft Skills com Hard Skills.

Mas Hard Skills aprendemos nas universidades e cursos corporativos, e Soft Skills?

Existe maneira de se desenvolver Soft Skills?

Sim, existe, mas talvez exigirá de você uma desconstrução. Está disposto? Então seguem algumas dicas:


· Seja genuíno, não dá para fingir que você se importa, que você respeita;

· Exercite a escuta, promova cooperação. Estruturas horizontais e colaborativas funcionam muito melhor do que as verticais e competitivas, e você não precisará ter a resposta para tudo;

· Esqueça tudo o que você sabia sobre controlar e dirigir, você precisa inspirar e entusiasmar. Melhor que funcionários disciplinados que cumprem ordens, são os responsáveis e engajados que se envolvem com a decisão e o resultado;

· Peça e dê feedbacks. Esta ferramenta, se bem utilizada, é poderosa para o crescimento e desenvolvimento. Assumir as suas vulnerabilidades e entender as do outro, constrói confiança e empatia;

· Respire, relaxe, respeite seus horários de alimentação e sono, isto te ajudará a manter o ritmo e foco tão necessários sob pressão;

· Acredite em você. Sua criatividade pode ser exatamente a solução que ninguém está enxergando;

. E a que eu acredito ser a mais importante de todas:

Seja ético! Não busque o lucro no mundo! Associe o lucro à construção de um mundo melhor.

Isto com certeza te trará muito mais satisfação do que qualquer bônus rechonchudo e assegurará a sustentabilidade do negócio e do ecossistema!

Por Lucimar Reis

Executiva de Gestão e Negócios, foi country director da United Airlines e Supply Managment Director na CVC Corp


77 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
  • Instagram